JdO na cozinha: Cinnamon Roll

21/03/2017



Os dias que a minha vó dorme aqui em casa são os mais divertidos. Geralmente porque 1. Ela tá aqui, ela compartilha as histórias dela e mais importante, eu aproveito a presença dela e ela me da muito amor, verdade e 2. Minha mãe adora fazer umas comidinhas diferentes. E como a gastronomia amadora é forte na minha família, bem, eu herdei isso dela também, que herdou da minha vó. Resumindo: Finais de semana são sinônimos de comida gostosa por aqui de vez em quando. Embora todo os dias tenha comida muito boa por aqui.

E entre todas as coisas doce que eu sei fazer, a que eu sempre tive muito medo de fazer era pão doce, porque é pão. E eu achava que fazer um pão envolvia uma alquimia muito elaborada da qual eu, Carolina Ferraz cozinheira amadora de masterchef não seria capaz de acertar. Até que eu chutei o pau da barraca e com ajuda da minha mãe eu resolvi não precisar financiar mais o tal do cinnamon roll do Starbucks (muitos dinheiros pra quem não tá podendo comprar coxinha) e na cara e coragem fui lá e fiz. 

E bem, ficou bom.

E esse não é, afinal, um blog só sobre nerdisses. É também um blog que prova que você não precisa sobreviver de miojo e ovo frito só porque não sabe cozinhar.

[Livro] Labirinto por Jim Henson e A.C.H. Smith

18/03/2017



Labirinto: A Magia do Tempo é um filme fantasia que foi lançado em 1986, dirigido por  Eric Rattray e George Lucas, que tinha no elenco David Bowie e a até então novinha Jennifer Connelly em um dos seus primeiros trabalhos. Bem provavelmente você se lembre dele pela quantidade de repetições que ele teve na Sessão da Tarde. Ou talvez, como eu, nem tanto.

Eu admito que não lembrava muita coisa do filme já que ele se encontrava bem perdido na minha mente. Entretanto no final do ano passado, eu resolvi adquirir a edição lindíssima da novelização do filme, trazida ao Brasil pela Darkside Books. Sim eu fiz o pecado de (re)ver o filme antes ler o livro, mas isso não fez a experiência de leitura menos prazerosa. 

Comece a ler quadrinhos I – Cinco dicas do JdO para você não desistir logo de cara

14/03/2017



Quando eu comecei a ler quadrinhos, há alguns anos atrás eu não sabia muita coisa. Vou ser bem honesta: eu sabia que existia a Marvel e ela era responsável pelos Vingadores e a DC, responsável pela Liga da Justiça. Pronto! Eu não fazia ideia do que era um arco, o que era um mix de revistas, onde começar o que, o que era pós Crise, o que era Universo Ultimate, o que era um reboot. Eu não sabia nada. Fui lá na cara e coragem procurar vídeos e artigos na internet. E eu preciso dizer que na época eu não tive também muita paciência.

Então essa é a primeira coisa que você precisa saber: não foi fácil pra mim, pode não estar sendo fácil pra você. Caso se identifique com essa frase, continue esse texto.

O terceiro trailer de Mulher Maravilha saiu, e ele é incrivel!

12/03/2017

Caso você seja um morador de Marte saiba que o novo trailer de Mulher Maravilha está em nós e ele é incrível!

"Eu sou Diana de Themyscira, filha de Hipólita, e em nome de tudo que é bom sua ira neste mundo acabou"

E se só essa fala acima não te convenceu sinto muito você terá que abrir esse post e ver os gifs e o trailer é claro, comigo!

Personagens femininas que me inspiraram ao longo da vida

08/03/2017


Muito se fala sobre representatividade hoje em dia. Ainda que hoje em dia, a representatividade feminina na cultura pop exista, ela ainda é muito pouca em relação a diversidade que os homens tem a dispor quando o assunto é personagens masculinos. Na minha infância e adolescência era bem mais escassa. Mas não inexistente. E graças as essas personagens fortes existentes, muitas delas moldaram a minha personalidade de uma forma muito positiva.

Representatividade importa! Foi importante pra mim, e é muito importante para as meninas de hoje. Continue lendo e descubra as personagens que fizeram por minha pessoa mais do que o todos os personagens masculinos dos Vingadores e da Liga da Justiça juntos poderiam fazer.